13 de Agosto de 2014

Jovem Aprendiz insere adolescentes no mercado de trabalho

Obra do Salvador oferece cursos de formação para que a categoria tenha a oportunidade do primeiro emprego


Para um jovem ingressar no mercado de trabalho pela primeira vez as dificuldades são muitas e vão desde a capacitação até a oportunidade das empresas quanto ao primeiro emprego.

Em Campos, a tarefa de capacitar o jovem para inseri-lo no mercado de trabalho se tornou mais fácil, por meio da Obra do Salvador, que trabalha com os adolescentes por meio do Programa Jovem Aprendiz.

De acordo com o coordenador do Programa Anderson Esteves, atualmente a maior dificuldade do jovem em conseguir um emprego é a própria empresa, que acha que o investimento em um novo profissional será caro.

"O Programa Jovem Aprendiz já entrega um profissional qualificado, capacitado para a empresa interessada. Oferecemos na Obra do Salvador cursos de iniciação de panificação, operador de comércio, assistente administrativo e comunicação audiovisual. Já para quem é escolhido para fazer parte do Programa, temos os cursos de especialização em operador de comércio e assistente administrativo", explicou.

Para se inscrever, o jovem com idade entre 12 e 17 anos deve entrar no site www.obradosalvador.org.br, preencher uma ficha de inscrição e esperar a seleção, que será feita por assistentes sociais. Essa triagem engloba aspectos socioeconômicos, comportamentais e escolares.

"O adolescente deve estar com boas notas na escola, ter bom comportamento, ter noções sobre religiosidade. Trabalhamos não somente com ele, mas com sua família e com a escola. Atualmente estamos com uma fila de espera de mais de duas mil pessoas e a cada semana mais jovens se inscrevem para ingressar no programa. Isso mostra o quanto eles estão interessados em ingressar no mercado de trabalho", ressaltou Anderson.

Antes de ingressar no Jovem Aprendiz o adolescente é selecionado para fazer os cursos de iniciação. Depois eles escolhem uma área em que desejam atuar. Esse processo não tem um prazo determinado. Atualmente a Obra do Salvador tem cerca de 190 jovens em iniciação e 400 em formação. Mais de 500 adolescentes já passaram pelos cursos do Programa Jovem Aprendiz.

"Temos um resultado ótimo de 85% de jovens que foram incluídos no mercado de trabalho. Fazemos um trabalho de incubadora, de formação. O tempo para o Jovem Aprendiz é de 11 meses. Os cursos de formação têm 1280 horas", confirmou Anderson.

As experiências sempre são contadas com felicidade e esperança de dias melhores, como é o caso de Lucas Abreu, de 18 anos.

"Antes do Jovem Aprendiz era muito agitado, indisciplinado. Hoje sou um jovem mais paciente, que entende mais as pessoas e sabe lidar com elas. Nas aulas aprendi a ter mais concentração e agora trabalho com esperança de que serei um grande profissional".

Para Tainá Pessanha, de 16 anos, a oportunidade veio na hora certa. Ela conta que sempre quis trabalhar, mas não tinha qualificação.

"Sempre quis gostei da área comercial e hoje, por meio do Jovem Aprendiz, percebo que estou preparada para enfrentar novos desafios no meu trabalho. Me comunico melhor, sei muitas coisas de informática e aprendi a trabalhar em grupo",concluiu.

Jovem Aprendiz é o programa de aprendizagem do Ministério do Trabalho e Emprego, com objetivo de diminuir o índice de desemprego entre os jovens. Os aprendizes beneficiários são contratados por empresas, ao mesmo tempo em que são matriculados em cursos de aprendizagem, em instituições qualificadoras reconhecidas e responsáveis pela certificação.


veja também